um blog que discute o Rio e o Brasil


Seja bem vindo! Deixe um Comentário.


terça-feira, 5 de julho de 2011

Vicentinho reforça mobilização nacional da CUT e votação de redução da jornada


A Central Única dos Trabalhadores (CUT) realiza na próxima quarta-feira (6) uma mobilização nacional com diversos atos em todo o país que, de forma simbólica, dará início às campanhas salariais de diversas categorias no segundo semestre.
Nesta segunda-feira (4), o deputado e sindicalista Vicentinho (PT-SP) falou sobre a mobilização e convocou todas as categorias de trabalhadores a participar desta série de atos e eventos que defenderão uma pauta de reivindicações que vai desde a defesa da redução da jornada de trabalho para 40 horas até o fim do trabalho escravo.
“A Central Única dos Trabalhadores resolveu fazer este ato nacional pelas quarenta horas semanais, pelo fim do imposto sindical, pelo fim do fator previdenciário, pelo fim do trabalho escravo e pela regulamentação das terceirizações que assegura direitos aos trabalhadores. Enfim, é a pauta dos trabalhadores. Vai ter em São Paulo o ato principal, mas também todos os estados farão manifestações em defesa da mesma causa. No dia 8 vai acontecer na divisa de São Bernardo com São Paulo uma grande mobilização dos metalúrgicos pela luta contra o desemprego ”, afirmou Vicentinho.
Com relação à tramitação do projeto da redução da jornada de trabalho de quarenta horas semanais, redução de salários, Vicentino afirmou que já existe condição regimental para que a Câmara dos Deputados realize a votação.
“O projeto já foi aprovado na comissão especial, o meu relatório já foi aprovado por unanimidade, inclusive por deputados de todos os partidos, até do PSDB. Agora há uma pressão de um segmento empresarial mais conservador que não quer que o projeto seja aprovada e vai depender muito da mesa diretora, sobretudo do nosso presidente e da nossa mobilização”, enfatizou o parlamentar petista. ( Da redação - Portal do PT).

LEIA TAMBÉM

Em visita à CUT e ao MST, presidente do PT reafirma proximidade com movimentos sociais

Para reafirmar o compromisso do Partido dos Trabalhadores na aproximação, cada vez maior, com os movimentos sociais, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, esteve nesta segunda-feira (4) na sede nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra - MST, e também na sede da Central Única dos Trabalhadores – CUT.
“É a nossa reafirmação da disposição para essa aproximação com os movimentos sociais. Propomos reuniões periódicas entre o partido e os movimentos, para termos afinidades de demandas, de lutas, e a troca de programações para parcerias, cada um respeitando a autonomia do outro”.
Rui Falcão foi recebido no MST pelo coordenador João Pedro Stédile, e na CUT pelo presidente Artur Henrique e demais membros da diretoria. (Ricardo Weg – Portal do PT)

Nenhum comentário:

Postar um comentário